Aqui fala-se de tudo um pouco e sem tabus. Desde estudos,dietas,disturbios alimentares, saúde,beleza,dicas,conselhos e informações, até aos meus sentimentos, problemas, alegrias, tristezas,recordações amizades,namoros,vida pessoal...and so one!^-^
25.7.09

Primeiro que tudo, um bom início de fim-de-semana a todos vocês!

 

    Durante as minhas pesquisas no google, sobre dietas e alimentação...dei  com um site, aliás, vários sites que falam sobre um movimento que tem vindo a crescer, o movimento "Vivendo de luz". 

 

    É isso mesmo meus amigos, viver do ar, por assim dizer. Estas pessoas afirmam que é possível viver-se bastante saudávelmente e retardar o envelhecimento celular, através da paragem da ingestão de qualquer tipo de alimento! Segundo vários depoimentos, sobretudo o de Evelyn ( uma senhora que trabalha e estuda na área de análise do ADN), é possível obter estes benefícios e muito mais.

 

 

 

 

    Para se conseguir abstinência total do acto de comer, é necessário seguir um processo com determinadas etapas. Um processo no qual o nosso organismo sofre uma reprogramação celular, na qual o sistema digestivo é gradualmente desactivado, passando então a activar as glândulas pineal e pituitária, como fontes de nutrição do corpo humano.

 

    Como fonte de alimentação, temos o Sol, que nos nutre, através de um processo muito semelhante ao da fotossíntese nas plantas.

 

    Os mesmo depoimentos alegam também, que se torna possível, com o "desentupimento" dos canais energéticos do corpo, o fluimento mais apurado da energia, o que nos permitirá, também, para além de uma maior e melhor actividade cerebral (raciocínio, memória, aprendizagem, atenção...), o apuramento das nossas capacidades de captações extra-sensorias, isto inclui  a comunicação através de sonhos, ou de telepatia com o mundo espiritual, mas não em todos casos (achei esta última, particularmente interessante..).

 

    Se virem bem e se se informarem, isto está relacionado, não só com questões espirituais e metafísicas, como também com a física quântica, e, em relação a esta última, garanto-vos que esta é verdadeira, não percebo nada de física, aliás, até sou de humanidades lol.

 

    Mas conheço uma pessoa que trabalha nessa área e que chegou a curar doenças, inclusivamente a pessoas cá em casa, ela detectou-me problemas de saúde que eu já sabia que tinha, iclusivamente coisas a nível psicológico e não disse a ninguém antes. A medicina e cura quânticas são feitas através de uma máquina que está ligada a um computador, a máquina liganos uns fios aos pés, aos braços e á cabeça e vê o nosso corpo físico e mental. Para além de detectar qualquer anomalia física, detecta tarumas/ choques emocionais e compliacações psicológicas, assim como a altura em que sucederam. Nestas últimas acertou também em tudo.

Isto não é "tanga", está cientificamente comprovado, pelos médicos e por mim ( a senhora trabalha com médicos e tudos).

Gostaria até de entar em contacto com ela para falarmos sobre este assunto, seria bastante interessante.

 

    Em relação à parte mais sobenatural da coisa, já é uma questão mais polémica...

Existem várias mentalidades e pontos de vista, eu posso não aceitar, mas respeito e mereço ser respeitada, sou uma pessoa com uma mentalidade aberta, adoro conhecer outras mentalidades, no que baseiam e etc,  e detesto gente que que nem sequer admite hipóteses para além da sua perspectiva, lembro-me, iclusivamente,de numa visita de estudo quando andava no liceu, de umas colegas minhas, recusarem-se terminantemente, a entyar num lugar qualquer, tipom um tyemplo muçulmano ou algo do género, não me lembro lá muito bem, pois elas eram uma data de beatas de comunhão diária, mas daquelas betas (betas e beatas lol) que depois vão para os pavilhões lá de trás beijar uma data de rapazes e fumar ganzas...uma delas até já foi apanhada a roubar, enfim.

 

    Eu, pessoalmente, não é que negue a existência de Deus, pois acredito que haja um ser superior a nós, não sei se é Deus, se é Alá, Buda... enfim, no fundo, todas as religiões se referem á mesma entidade, daí dizer que não me possa considerar católica ou budista ou whatever, mas sim espiritual, crente, não bem que designação atribuir á minha condição, talvez católica não-praticante. 

Apenas não acredito na igreja, pois aí, acho mesmo que já anda muita aldrabice... não quero ofender a susceptibilidade de nenhum católico, mas, começando pelo Papa, esse é o maior cretino que aí anda! Vive rodeado de riqueza no meio daquele Vaticano e usa sapatos Armani e coisas do género,! Oh please... e depois faz apologia a simplicidade e caridade, enfim.. ( "Quem criou o mundo fodeus, ontem fodia santo, fodia de alegria, fodia de satisacion.."lool, lembram-se desta?)

Mais aquela história de que os padres são os representantes de Deus na terra e de que não se pode comer carne á sexta-feira nem desejar a mulher do próximo senão vamos parar ao inferno...lool.

Os padres são, tal como nós, vulgares mortais! ( e pedófilos ou engravidam freiras, aqui onde vivo, existiam dois conventos, um de frades e o outro de freiras e, numas escavações, descobriram um túnel que ligava um ao outro, no qual foram descobertos esqueletos de bébes...estão a ver, não é?) E, como tal, nem têm o poder de Deus para perdoar os nossos pecados quando vamos á confissão!

Não sou ateia, acredito na superioidade de Deus, ou lá da designação que queiram atribuir a esse ser divino.

Digo-vos, também, que acredito na reencarnação, pois na bíblia está escrito que Deus criou o homem á sua imagem e semelhança, se Deus pode reencarnar, nós também podemos (embora a igreja tenha arrancado muitas páginas á bíblia, pois o conteúdo não lhe devia convir em nada), e Jesus quando andou na terra, era de carne e osso como nós, daí que também admita a hipótese de se ter envolvido com Maria Madalena, afinal de contas, sendo de carne e osso e com sistema endócrino, obviamente, também sentia o "Óbvio", a não ser que sofresse de sérios problemas hormonais, lol.

 

    Já me excedi um pouco, mas sou uma pessoa crítica, idealista e argumentativa, como já devem ter vindo a perceber!,Agora, em relação á comunicaçãoi com o mundo espiritual propriamente dito, acredito que o Homem é uma "central energética", umas pessoas possuem uma maior carga do que outras, e as que possuem maior carga, conseguem captar ondas que as outras mais fracas não conseguem, esta das energias, é provada pela própria física. Quando as pessoas morrem, a energia é libertada, a tal "alma" e estes mais fortes conseguem captar sensações e informações desse corpo espiritual.

Eu sei que isto é verdade, porque eu já consegui e já recebi mensagens em sonhos e previ alguns acontecimentos, nunca vi nehum espirito nem falei com nenhum, apenas sonhei com acontecimenmtos futuros e sinto automaticamente, olhando para uma pessoa, quando esta é boa ou má, ou me quer mal, apesar do seu sorriso de orelha a orelha e até hoje não me enganei (sobre visões, em pequena, aconteceu-me um episodio bastante interessante, foi o unico, neste que me contou a minha familia, que nao acredita nestas coisas, que disse que a "nao revelo o nome", estava atras das cortinas a dizer que gostava muito de mim, ora, nunca niguem me tinha falado nela e eu mal sabia falar na altura, pediram-me para a descrever, e a descrição era correcta..nunca a tinha vista, pois esta pessoa morreu antes do meu nascimento). .

 

     Muitos de vocês devem estar a pensar, "Grande tanga! Esta gente não bate bem da bola, e tu vais nessa conversa, sua tontinha!"

Eu também, inicialmente, pensei o mesmo, até aceder ao site e a muitos outros através de pesquisa no google!

 

Deixo-vos,  o endereço do site é mais completo e explícito na matéria, é muito, mesmo muito interessante!

 

 http://www.vivendodaluz.com/

***Beijokinhas***

 

 

 


18.7.09

Olá! Está tudo bem com vocês

    Já que andei numa de engordar e agora estou "de castigo" lol (em dieta, o que para mim, chocolátara como sou, é um verdadeiro castigo), gostaria também de saber qual é o vosso IMC!

O questionário propriamente dito, encontra-se no final do blog, mesmo no finalzinho da coluna dos posts, pois não é possível inserir html nestes locais.

    O IMC (Índice de massa corporal), é uma equação através da qual, tendo como dados o peso e a altura da pessoa, é possível determinar, através de uma relação de proporcionalidade entre ambos, se uma pessoa está ou não acima do peso recomendado para a sua estatura.

    Embora, em alguns casos, tal como o meu, embora estando dentro da faixa considerada normal/saudável do IMC, estou com gordura a mais para a minha estrutura e composição corporal - 28%! (daí o facto de estar gorda e se referirem a mim como tal)

Descobri isto através de um exame chamado Bioimpedância, um exame que mede a percentagem de gordura corporal de uma pessoa ( façam clique no link abaixo, caso queiram saber concretamente no que consiste este exame):

 

http://www.medicinageriatrica.com.br/2007/08/25/saude-geriatria/bioimpedancia-corporal-avaliacao-da-proporcao-de-gordura-e-agua/

 

Isto prova que, nem sempre ter um IMC abaixo/dentro da normalidade ou vice-versa (tal como é o meu caso), significa que se é magro ou normal. 

 

***Beijokinhas e...***

 

 

 

 

 

 

My Spirit Is: Uns dias melhor, outros pior.

4.6.09

    Olá  a todos! Parece que a minha compulsão alimentar está mais controladinha ^.^. Quando fui á médica, ela passou-me uma ecografia para ver como estão os meus ovários, na mesma foi detectada um foliculo em crescimento, do qual possa resultar uma possivel ovulação, espero que finalmente volte tudo à normalidade.

 

    Em relação ás minhas compulsões, a Dra receitou-me um antidepressivo (Fluoxetina) e um ansiolitico, de maneira a cortar o apetite excessivo e diminuir a minha ansiedade sobre a comida (sou uma pessoa algo nervosa), assim como umas análises aos niveis hormonais( estogeneos e tiroide) e um outro exame especifo  à tiroide.

Sempre fui contra os produtos químicos, nem quando estou com constipações tomo remédios, habituei o meu organismo a isso e passado dois dias a constipação já era! há anos que não tenho febre. Tenho algum receio de certos fármacos, sobretudo os antidepressivos, pois estes são drogas, e as drogas causam dependência.

Mas a Dra disse que não haveria problema se eu fizesse de acordo com o tratamento proposto ( com duração de 6 meses, seguido do "desmame" ) e, sobretudo, que confiasse na pessoa que me estava a medicar (já a conheço á alguns anos  e ela sabe o meu historial todo).

 

 

    Nos primeiros quatro dias, a Dra disse que eu poderia sentir  "tremeliques", mas a única coisa que notei foi que andava cheia de sono e que adormecia em todo o lado em que me sentava...lol, inclusive em frente a este meu computador portatil, que caiu no chão quando adormeci sobre ele... (meu deus, que horror),  mas ao menos não sofreu qualquer dano *suspiros* , tenho-o há pouco mais de 3 meses e foi comprado com o dinheiro que reci no natal!

Graças a deus o efeito só durou os ditos quatro dias, durante a noite dava-me muita espertina (passava os dias a dormir, la esta), mas agora esta tudo bem, sinto-me me mais calminha e bem disposta, isso tem ajudado bastante no controlo da compulão.

Outra coisa boa do tratamento está no facto de já não me acontecer aquele pequeno grande problema nocturno... é curioso...pensei que puidesse ter algum problema na bexiga, mas a ecografia não acusou nada e eu ja consultei dois terapeutas e ambos chegaram a conclusão de que era tudo provocado pela minha cabeça, por algum choque emocional forte ou algum trauma recalcado pelo meu inconsciente (o que, provavelmente, tambem é o mesmo que ocasiona a minha falta de menstruação e a baixa do estrogeneo, bem como a compulsão), a mente humana é realmente um mistério, sobretudo o nosso inconsciente.

 

   Em relação ás análises, ainda não tive tempo de as ir fazer, vou ao laboratório faze-las o mais tardar esta sexta-feira.

***Beijokinhas***

 

My Spirit Is: Bem/Esperançada

3.6.09

O que é o Metabolismo Basal?

 

 

    Em termos simples, o metabolismo é o número de calorias que o corpo gasta na manutenção dos seus orgãos e funções vitais (tal como os pulmões o coração, o cérebro ou o intestino).

 

    A taxa metabólica pode variar de pessoa para pessoa, duas pessoas podem ter o mesmo nível de actividade, dieta, peso, idade,  altura e sexo, mas ainda assim, ganhar e perder peso em quantidades diferentes baseado na diferença de metabolismo.

 

    Os factores que interferem na Taxa Metabólica Basal (TBM) são vários :

 

           *Idade: Durante a juventude a TMB é mais elevada. Com a idade perde-se massa magra e a TMB diminui;
           *Altura: As pessoas altas e magras têm TMB mais elevadas.;
           *Crescimento: As crianças e as grávidas têm TMB mais elevadas.;
           *Composição corporal: Quanto maior a percentagem de massa magra no organismo, maior a TMB. Quanto mais tecido gordo tiver o organismo menor a TMB;
            *Febre: A febre pode fazer aumentar a TMB.;
            *Stress: As hormonas associadas ao stress podem fazer elevar a TMB;
            *Temperatura ambiental: Quer o calor quer o frio podem fazer aumentar a TMB;
            *Jejum/Fome: As hormonas associadas ao jejum/fome faz diminuir a TMB; 
            *Desnutrição: O estado de desnutrição faz diminuir a TMB;
            *Tiroxina: A tiroxina, uma hormona da tiróide, é uma substância crucial na regulação da TMB. Quanto maior a quantidade de tiroxina produzida, maior a TMB.

   

My Spirit Is: Normal
Link do postPor Miss Princess, às 10:45  O que achou? Comente!

2.6.09

    Bom dia amiga(o), primeiro que tudo, obrigada por visitares o meu, espero que seja do teu agrado ^-^
Bem, a minha história é um longo testamento, mas garanto-lhe que vale a pena ser lido! É, então, a seguinte:
    Tudo começou quando eu tinha 15 anos. Eu, que sempre fora uma rapariga magra, comecei, um pouco antes de me aparecer a primeira menstruação (10 anos de idade), a engordar cada vez mais e sem razões aparentes, uma vez que a minha alimentação em nada mudou, o que, assim sendo, não justificava tal corpo. Fui engordando cada vez mais, chegando a atingir um peso de 60 Kg para 1.58 de altura nos meus 15 anos(a mesma altura que ainda hoje tenho).
    Até essa altura, apesar dos desagradáveis e por vezes, ofensivos comentários que houvia das pessoas, inclusivé da minha família, nunca dei importância ao assunto, embora eu no meu íntimo soubesse que não era realmente assim, e não o era já muito antes de tais opiniões alheias.
    Certo dia, resolvi que era altura de pôr fim a isto, visto que desde os meus 10 anos de idade que perdera todo e qualquer interesse em me arranjar, sair, ir ás compras e até mesmo a hipótese de arranjar um namorado, tudo isto porque nem tinha vontade de sair á rua, passei de uma rapariga que sempre fora magra e bonita para um verdadeiro monstro, ainda por cima parecia muito mais velha do que as raparigas da minha idade ( o meu soutiãn era o numero 38 aos 11 anos de idade, um peito cheio de estrias e descaido, bem como o meu rabo, pernas e coxas! só para terem uma pequena noção da dimensão da situação) e toda a gente comentava... cada dia que ia á praia no verão, era uma luta diária contra mim mesma!, e eu com tanta vontade de usar bikini e de ser como as outras jovens da minha idade!
    Foi então que decidi seguir uma dieta, a mesma que a minha mãe fez através médicos e nutricionistas, uma dieta por sinal bastante saudável e equilibrada( comer de 3 em 3 horas, fruta fora da refeição, caminhada de uma hora diária...enfim, tudo aquilo que é medicamente saudável e recomendado, até mesmo a jovens da minha idade). Consegui chegar aos 48 Kg, mas, aí o meu processo de emagrecimento quase que parou (iniciou-se o chamado efeito platô) e os meus períodos menstruais começaram a falhar até que acabaram por cessar completamente. Passados uns tempos, resolvi restringir a dieta para conseguir continuar a perder peso.. restringi tanto que quase sem dar por isso cheguei a um peso de 33 kg!( embora tenha levado bastantes meses até chegar a este estado), a minha familia apercebeu-se da situação e iniciou-se a típica correria aos médicos e aos hospitais e as ameaças para que comesse muito, como podem imaginar. Isto não durou muito tempo, pois eu, embora estando num estado de extrema magreza, nunca me considerei como anorética nem tão pouco os médicos que me receberam.

Passo a explicar: como já disse, era a gordinha da família, enxuvalhada por todos e tal.. sentia-me desconfortável no meu corpo, como se estivesse num corpo que não era o meu e resolvi mudar, deixei-me chegar a este peso, pois eu, que sempre sonhei investir a minha vida profissional na área da nutrição e da dietética, resolvi aproveitar a situação para testar as minhas "capacidades como nutricionista", tudo isto associado a diversos e variados acontecimentos e obstáculos, desgostos e desilusões que tive na minha vida nesta fase, daí dizer que nunca fui anorética, embora apresenta-se um estado semelhante, eu não via destorcida a minha imagem corporal. O pior é que a coisa deu para o torto e quando me apercebi disso foi quando já me sentia tão desconfortável com a extrema magreza quanto o que me sentia com a gordura excessiva que anteriormente possuia(embora que, por muito incrivel que possa parecer, não apresentava fraquezas nem desnutrição, todas as analise estavam perfeitas pois tive sempre cuidado com as vitaminas, anemias e tudo isso), resolvi logo engordar.
E é então aqui que a porca torçe o rabo e se inicia toda a chatice...
    Á medida que recuperava o meu peso( a custo de muito chocolate, bolos, gelados, bolachas e boa comida e em grandes quantidades), comecei a engordar sem parar, mas não me ralava pois estava muito magra, cheguei então aos 45 quilos em apenas um mês, com um indice de gordura de 19%, estava portanto, saudável. O pior é que toda aquela farra alimentar despertou-me fome e dilatou-me o estomago, uma tamanha vontade de comer que eu nunca tivera até então (mesmo quando era mais gorda), neste momento estou com 54,5 quilos e um índice e gordura de 24%!! Sabem porquê? porque tenho ataques compulsivos várias vezes por semana, chegando a ingerir, em média, cerca de 5 mil calorias em cada episódio destes, quero parar mas não estou a conseguir controlar as compulsoes, nao sei o que fazer para acabar com isto, estou a engordar a olhos vistos e novamente a isolar-me de tudo e de todos, cada vez que inicio uma dieta, nao consigo cumprir, acaba tudo em compulsao! Agora tenho andado mais controlada (tento fazer uma dieta com restrição calórica, vício e mania que ganhei com o facto de me interessr muito por dietas, recuso-me a comer qualquer alimento que não seja pesado na balança de cozinha e do qual não saiba o seu exacto valor calórico, mas ainda assim esta dificil) tenho o estomago dilatado e sinto muita fome, é certo ( se ingiro mais de 900/1000 calorias começo logo a engordar, mesmo que consuma abaixo desse valor(900) apenas consigo manter o peso, mas o pior de tudo e que ja nao tenho a mesma facilidade que tinha em emagrecer... e o periodo nunca mais me voltou a vir ( penso que foi isto que tornou o meu metabolismo tão lento e me dificulta a perda de peso, visto que tenho tanta facilidade em emagrecer que uma mulher de 60 anos pós-menopausica e não a facilidade de uma jovem de 19 anos) e estou farta de andar em médicos e ninguem percebe o porquê disso, uma vez que tenho o peso até acima do normal.. a tiróide está bem (embora no passado tivesse tido um problema passageiro de hipotiroedismo devido ao baixo peso e agora está nos níveis mínimos saudáveis) as minhas analises revelam um estranho e misterioso baixo nível de estrogéneos( inferior a 10, ou seja, nivel pos menopausico!) sem qualquer disfunção organica nos ovarios ou mesmo problemas relacionados com tumor na hipofise e, ainda por cima, isto começou-me a acontecer quando o meu percentual de gordura ainda estava em niveis normais, o que nao justifica tudo o que me esta a acontecer. Para alem da chatice da falta de periodo, comecei a apresentar uma temperatura corporal inferior a 35.8, tenho sempre muito frio, para alem de incontinencia urinaria, sobretudo de noite que nao aprecebo do facto, juntamente com queda de cabelo, terei tido uma menopausa precoce? sera que e isso que me deu cabo do metabolismo e o tornou lento? sera isso que me provocou, tambem, a incontinencia e a sensação de frio permanente???
    São tantas as perguntas para as quais procura reposta e tão poucos os que mas possam dar...
    Se me puder ajudar, ou simplesmente conversar comigo e partilhar amizade e experiencias semelhantes ou outras, gostaria muito que me contacta-se.
Mais uma vez peço desculpa pelo tamanho do testamento e agradeço a atenção dada.


***Muito obrigada.***

 

My Spirit Is: Sem saber o que fazer


© Copyright 2009 ® All Rights Reserved *Mistic World*
Arquivos